sexta-feira, novembro 25, 2011

Entre as montanhas


Perdi o nascer do sol. por que esqueci o gosto da vida,
é como magica desaparece ao  piscar dos olhos.
Não escuto o cantar dos pássaros e nem sinto a brisa 
da meia noite. Nas montanhas encontrei a calmaria 
do meu coração partido, da dor que fizeram comigo.

Perdi aquela doce voz, nas montanhas ao longe do 
meu alcance não ouso o eco da sua eufonia.
Não escuto sua voz pedindo por clemencia. 
Eu a perdi!

Entre as montanhas caminho  sem destino,
admirando o verde da natureza e vida das 
águas correntes dos rios.
 Já não tenho a essência da vida
separado da realidade, da agitação da noite,
 como já estivesse morto!

Entre as montanhas cair e não consigo
 me levantar mais.

segunda-feira, novembro 21, 2011

Labirinto


Alguém pode vir aqui me ajudar?
 Estou perdido sem saber encontrar  a saída. 
Estou perdido em meus pesadelos, nas minhas 
loucuras insanas.
Já não aguento mas chorar, 
esquecido nessa imensidão...

Corro sem para feito um louco, a busca do caminho 
certo da minha liberdade, mas só encontro barreiras
 fechadas que me impedem  seguir em frente.
 Impedem ser feliz!
Há cada dia que passa, vou desistindo da vida.

Vão sendo apagamos meus sonhos. e meus olhos
ofusca com as miragem. Já estou perdido sem 
esperança, perdido cansando sem pode corre mais,
já me perco nas ilusões desse maldito lugar.

Me ajuda a sair ? 

domingo, outubro 30, 2011

Por Você



Agora não esqueço mas esses lindos olhos de mel,
já não esqueço essa pele branca, esse seu jeito louco
esquisito que me conquistou. Por sua causa arranquei
minhas azas para esta aqui nesse chão.

Por gostar tanto de você, perdi minha santidade e cair.
Como castigo não sair perto de você, desrespeitei as
minhas ordens por amar tanto você.

Como pode eu um ser divino gostar tanto de um humano ?
Ou talvez não seja um humano. Esconde o mal por destras 
de um rosto lindo, talvez seja um anjo igual a min só que 
perdido.

Quanto tiver livre para poder voar , abrirei minhas azas
e voarei pra perto de ti . Porque ? 
Eu ti amo. 

segunda-feira, outubro 24, 2011

Ainda estou só !



Encontro tantos contos, fantasias e nada,
mas fico presente sem se preocupar com o tempo
é triste saber que ainda tenho que sofrer, porque 
ainda estou só.

Sinto todos perto, mas é como eles não estivesse aqui.
Só finjo que estou bem, pra não demostrar meus verdadeiros
sentimentos.
Mas faria outras vez, para que não esqueça que um dia sorri 
quando tive vontade...

Não quero seu dinheiro, não quero sua caridade por mim,
mesmo que me deixe aqui. Apenas seja falso e fale comigo.
Todos os dias são os mesmos a tanta gente e tanto o nada,
o tempo passa e ainda estou só...

terça-feira, outubro 18, 2011

Apenas puxe o gatilho



O que ti faz esta aqui com esses pensamentos,
o que ti faz se torna superior do seu irmão,
o que ti faz acreditar que resolvera tudo isso 
sozinho ?

Quem foi você que um dia brincou de salvar vidas,
agora pensa em tira-lá. Quem foi que um dia aprendia 
a viver, não se torne a sombra entre quatros paredes,
e o medo daqueles que o ama.  Não se torne isso...

Apenas puxe o gatilho, que mudará sua paz, 
não encontrara saída desse caminho.
o arrependimento baterá mas tarde em sua porta,
não construa sua própria corva.

O que ti faz esta aqui com esses pensamentos ? 
O que ti faz puxar esse maldito gatilho.
Agora quem é você  ? Meu filho...

domingo, outubro 09, 2011

Quem sabe um dia ?


Quem sabe um dia eu possa olhar no seus olhos 
e dizer que te amo.
Quem sabe consiga destravar esse cadeado que 
continua me segurando por dentro, quem 
sabe encontre me chave entre outras perdidas

Ainda tenho medo quando desvia os olhos pra mim ver,
ainda espero falar um oi ! Só que fica para próxima.
Quem sabe preciso de você...

Ainda tenho medo dos meu sonhos quando caem derrepentemente
me pergunto se é real o sentimento que sinto. Talvez ? 
Espero na janela como se um dia você passa-se por perto 
mas fico horas e horas lá e nada 

Talvez seja eu ? 
Talvez eu não ti mereço tanto como eu penso 
Deixa eu tocar sua alma, que me sinto seguro
por você que continuo entristecido aqui...

terça-feira, outubro 04, 2011

Corvo




O guardião dos meus sonhos e pesadelos,
doce criatura que continua no escuro e brilha
ao seu cantar da meia noite.
Mas a noite era infinita, mas com o ar solene fez
sorrir minha amargura.

Vem levar minhas lembranças do anoitecer.
bate as azas e voa o procura do amor.
Vem ser meu parceiro já que gosto tanto dos mortos,
vem junto a mim corvo.

Em cenários sombrio encontro o seu olhar, penetrante
destrói toda minha humanidade.
Em momento de tristeza lembro do seu rosto frio,
com leves passos e som musicais.

Vem levar minhas lembranças do anoitecer...
Corvo.

quarta-feira, setembro 28, 2011

Em suas mãos



Em suas mão me sinto um bobo
em suas mãos deixo meu coração batendo 
forte , em suas mãos esqueço que continuo 
nesse chão.

Entrego minhas laminas e correntes, por que 
estou seguro ao seu lado. Cuida de mim,
não me esqueça em algum lugar,
não deixa-me molhar  nessa chuva forte.

Em suas mão o resto  da humanidade que  
tem dentro de me,  fica oculto.
Em suas mão estou aquecido nas noites de 
ventanias.

Por isso cuida de mim, faço parte de você,
nada poderá  mudar o que já foi feito,
em suas mãos consigo sonhar.

Desisto



Só observava quieto no meu canto ali parado,
vendo as coisas tomando sua forma devagar,
fiquei sofrendo na escuridão, mas não queria 
sair dali.

A cada dia, cada semana que se passava rápido
e a dor  aumentava mais.
Perdi minha confiança, por que não tinha ninguém 
nas horas de aperto. 
Perdi meus sonhos por que , já não conseguia dormi 
mas. 

Queria ter azas para voar longe daqui,
queria ter forças para expressar ao meus próximos
queria ter o que não tenho a anos um pouco de paz ...
Há desisto.

segunda-feira, setembro 26, 2011

Rosas de Sangue


Que todo meu sangue escorra por esse jardim,
e a ultima gota sustente a mas bela rosa que 
tanto gosto.
Que meu espirito o guarde como seu protetor, e 
minhas lagrimas se torne aroma para quem cheira-lá .

Foi assim que mim perdi em sua cor branca como a 
neve, foi assim que enfeitiçou meus olhos inocentes,
o seu branco aos pouco avermelhando e me dou 
de conta que estou enfraquecendo.

Perdido e inseguro nesse jardim perdi toda minha fé
não tinha para onde ir mas...
Que todo meu sangue escorra pela quela rosa 
e a ultima gota sustente a mas bela, que tanto 
gosto. 

segunda-feira, setembro 19, 2011

Coração de gelo


Dai-me forças para continuar aquecido aqui,
dai-me forças para derreter todo esse gelo,
é como o inverno que chega destruindo a beleza,
e deixando a solidão. 

Aquele frio que não acabava, foi envolvendo meu corpo,
minha alma, e já não tinha mas pra onde corre.
Minhas tardes escuras quase noites, passando
na quele abismo.

As chamas que cultivava com carinho, só restou as 
cinzas, tinha apagado ! Meus olhos se tornaram frios,
meu coração não pulsava mas tinha congelado...
tinha perdido a chama da vida.

Queria quebrar esse gelo para libertar essa dor,
mas meu coração foi trincado e não consigo 
concerta-lo não mas...

terça-feira, setembro 06, 2011

Quem é você ?





Quem foi você, que um dia olhou para mim.
Quem foi você , que falou comigo quando eu dobrava a esquina.
Quem foi você , que compartilhei meus momentos de alegria.
Quem foi você ?

Não sei direito se consigo enxerga seu rosto.
Não sei se posso ti chamar de amigo.
Mas esta você aqui comigo...

Talvez se abrir a porta você entra comigo ?
Mas não ti conheço.
Quando mostra-rá sua face para mim .
Quando  não vai me ver como um estranho.
Só que agora o tempo passou rápido demais, 
eu sou um estranho.

Quem foi você, que partiu e me deixou aqui nesse frio.

sexta-feira, setembro 02, 2011

Síndrome


Me olham como se fosse um monstro, não 
chegam perto para me dar um abraço, não
estende suas mãos ao meu auxilio. 
Só sinto aquele odor de medo, de angustia e 
pavor.

Já tentei corta meus pulsos, mas colocam algo na 
minha comida para sobreviver, prende meus 
braços, calam meus gritos e secam minhas lagrimas
trancado como uma ameaça.

Sem luz não vejo a liberdade, sem fogo meu coração
não esquenta, só continuo jogado pelas paredes.
Nunca tive segunda chance, nunca escolhi duas opções
não quero viver assim.

Porque não olham direito para me, por que a distancia
é a unica coisa que vejo, por que não estende as mãos 
ao meu auxilio ? 
Eu não sou um mostro... Não sou ! 

segunda-feira, agosto 29, 2011

Maça envenenada




Sei que irá me matar, mas não resisto aquele
vermelho sangue, pulsando meus sentidos.
Macia como um pétala de rosa, atrai minha visão,
traisueira como uma serpente, que mostrou para os 
filhos de Deus.

Sei que a primeira mordida deixarei o por do sol, a 
chegada da lua, deixarei meu amor, meu destino.
Só que não resisto dessa forma, a carne é fraca 
e quero saciar minha fome...

Irá destruir todo meu corpo, tira minha vida ! 
Já não aguento mas, é mais forte que eu,
morde aquela fruta do pecado eu desejava.
Já não sinto mas meu corpo, não sentia meus
sentidos, mas não acordarei.

Sei que era para mim matar, mas eu comi.

quarta-feira, agosto 17, 2011

Todos Mortos


Já não da mas para morar no mesmo teto,
já não da mas, viver o mesmo filme já não
da para continuar com aquela mesmo harmonia.
Enquanto houver saudade estarei longe e perto.

Estou vivo por segundo, não há saídas, nem sentido,
não tenho mais razão para ficar, talvez minha cruz esteja
feita. É como não viver, como estivesse morto por dentro
com tanta frieza, mentiras e ódio.

Já não olho mas aqueles mesmo olhos, não beijo a mesma
boca com verdade não da mais...
Que hipocrisia, que falta de fé, não há vejo mas como antes
ficou gravado na memoria e não volta mas.

Já não da para viver assim, esta tudo morto !

quarta-feira, agosto 10, 2011

Memorias



Lembrava quando podia corre  em um belo jardim de rosas,
lembrava que podia cantar para o mundo me ouvir,
lembrava que conhecia  o brilho do amanhecer. 
Todos os dias que acordo não tenho mas aquele tempo 
que passou.

Fui caminhando nas memorias que procurava, mas vejo 
que foi tempo perdido. Digo adeus ao meus sonhos, 
da canção que gostava, eu lembrava...

Que venha os arrependimentos  mas tarde, 
que venha as dores, quando estiver pronto,
que venha as lagrimas, quando deixarei de fingir.
Que venha logo o dia para passar esse noite de 
pesadelos.

Só lembro que sorria mas quando era menor,
talvez seja difícil agora, mas lembrava...

domingo, agosto 07, 2011

Meu medo



Queria poder sonhar quando meus olhos não estivesse fechados. 

queria cura meus cortes que faço no meio da noite,
queria poder fechar todas as portas que estão aberta em vão,
mas ainda tenho medo dos outros...

Dias passa e eu ainda intacto, sem sofrer um arranhão,
pessoas chega para ficar, outras fica, mas logo vai embora.
Todos os dias é assim, esse vai e vem e acaba não voltando mas,
assim é a vida.

Talvez se meus sentimentos não fosse tão fracos, eu não caia 
fácil assim, se meus pesadelos nas noites escuras parasse eu até
podia ver a luz que esta coberta por dor. Mas ainda tenho medo !
Deixarei meu medo passar por mim e através de mim.

E quando meu medo se for,
eu virarei e olharei pelo seu caminho , e apenas eu permanecerei...

domingo, julho 31, 2011

Venha comigo



Abrirei minhas azas para aquecer você, 
estenderei minhas mãos quando precisar de mim,
você é igual o sol que leva a chuva embora, 
caminha a meu lado, não tenhas medo 
estarei eternamente aqui.

Estou preso em seu coração, quando choras 
eu choro , quando sorris já estou feliz, não me 
deixa ir só, venha comigo ? Quero curar as feridas
da vida.

Um dia encontrarei você quando dobrar a esquina,
ti procuro para ter uma razão de viver, 
e me acolher em teus braços...
Abrirei minhas azas para aquecer você, 
estenderei minhas mãos quando precisar de mim.

sábado, julho 23, 2011

Não vá embora



Não aprendi ficar sem você, não consigo deixa de pensar 
em você, não tiro da cabeça o dia que saio pela aquela 
porta. Por favor fica comigo, não vá embora agora,
não aprendi a ser normal sem você me segurar.

Pensei que era mas um sonho meu, que ainda um dia 
iria voltar para mim. Hoje mas um dia de solidão e 
meu vazio que acompanha todas a noites, e viver assim
é como morre por dentro.

Diga-me que é uma brincadeira, que ainda me ama.
Que um dia não esqueceu meus olhos, não diga nada
só não vá embora, não agora.

domingo, julho 17, 2011

Lua




Vem brilhar minhas noites, vem de traz da montanha,
com tons de amarelados olhando todos na calada da 
noite. Teu brilho ilumina nossas dores e paixões inesquecíveis 
que esta tão longe ao mesmo tempo perto de nós.
Quando a noite chora não a vejo, espero pra 
cuidar de mim, quando já não sou mas o mesmo...

Mim encantou com sua luz, agora sou teu, me transformo em 
seu lobo para cantar em dia de lua cheia, vem brilhar minhas
noites , vem de traz da montanhas na calada da noite lua.
Quem sabe um dia eu ti encontre.
 Se procurar na noite brilhante. Há devo dizer eu amo demais!

quarta-feira, julho 06, 2011

Vampiro



Observei  todos seus passos que deixava para traz,
sentir  seu cheiro doce que pulsava meu desejo,
queria seu sangue que fluía pela suas veias.
Me encantou por sua  solidão e seu sofrimento...

Como eu pude um dia sonhar com seu amor,
meu anjo de céu, quero ti dar uma nova vida,
minha alma era tão negra que na escuridão se 
escondia.

Observei sua alma que  pairava sozinha pelos 
recando das ruas,  toda aquelas historia aqueles
desejos e momentos lindo que tanto sofreu...
O que posso fazer agora alem de chorar ?

Abrir minhas azas e voarei ao longe pelas
noites de silencio,  como se fosse seus lábios 
que tanto desejei e chorarei minhas lagrimas de
sangue por seu amor.

Vem para mim, que venha logo o dia ,
do nosso feliz encontro que ti matarei e lhe 
darei uma nova vida.

domingo, julho 03, 2011

Cobaia


Meus olhos sangrava quando voce os olhava,
meus pulsos cortado por voce que me amaldisuou,
fui a cobaia presa naquele hospocio de locos, fui a
experiencia de seus atos.
Minhas dores ninguém se importava, minhas sicatrizes 
não curava por acaso... Amarrado na escuridão fui jogado 
como um animal, e meus gritos de pavor era opacos, não 
tinha para onde ir.

Arrancou de minha vida como um verme, já não sentia meus 
sentidos, já não enchergava mas suas mãos empuras, já 
não chorava de dor. Meu corpo expulsava minhas lagrima 
que a chamava de água.
Agora estou morrendo e cura ? Nessas horas é tarde demais 
so queria uma coisa, ver o mar que não conhecia em minha 
vida...

quarta-feira, junho 15, 2011

Perdão


Perdi  nas nuvens aquele lindo rosto, que me fez feliz,
por seu jeito de ser me pegou derrepente , quando
minhas lagrimas não caia mais ao chão.

Me perdoa por não esta contigo agora,
me perdoa por ti amar demais,
me perdoa por nos dois senti o medo de sofrer.

Perdi no oceano aqueles olhos que encontrei entre 
as montanhas, meus dia já não tinha cor, ofusca meus
olhos em preto em branco. Andava pela sombra para 
que não se tornace normal.

No final da estrada encontrarei meu verdadeiro eu,
e saiba que forte eu sei chegar, se for preciso eu sumo
só me perdoa...

sábado, junho 11, 2011

Louco Amor


É uma agonia queimando por dentro, um fogo com chamas vermelhas e amarelas,
destruindo tudo deixando em cinzas.
Passamos mas tempo com aquela dor trancada por dentro,
sorrimos quando queremos sorrir, olhamos quando temos 
que ver, mas as chamas não apagava...

No outro dia olhava para o lado e via aquele vazio,
a cama que era pequena tornou-se enorme, e me perdia
entre os cobertores. Queria um abraço para derramar um 
rio de lágrimas, só que virava os olhos para que ninguém 
perceba.

Pensava se aquela pessoa estava bem, ou se está pesando 
em mim, olhava as estrelas em um lindo céu escuro a procura
da mas bonita para lembrar daquele rosto que perdi nas 
montanhas.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...